Buscar em

Nossa Editora

Categorias


Serviços

Redes Sociais




ARTENAREDE, DO VIRTUAL AO REAL: A TRAJETÓRIA DE UM SONHO - CATHERINE BELTRÃO...
  Litteris - 96p. 21x21cm- ISBN 978-85-374-0330-3  

 Código do produto: 834
 Referência do produto: 06/2017 



 
A vista por:
70,00
Quantidade a ser adquirida do produto 
Máximo de 10 produto(s) por compra.


 
Parcelamento no Cartão Visa ou MasterCard
N. de Parcelas Valor N. de Parcelas Valor
1X sem juros70,004x-
2X sem juros35,005x-
3x-6x-

ArtenaRede, do Virtual ao Real:
“A arte em toda parte”

Na canção de Fernando Brant e Milton Nascimento, o verso é uma proposta nem sempre fácil de realizar: “Todo artista tem que ir aonde o povo está”. Sim, porque à medida que a humanidade avança, reforça-se a ideia do quanto dependemos da sensibilidade, da beleza, do afeto, do aprimoramento dos sentidos, se queremos relações melhores entre as pessoas.  A arte sempre foi fundamental para o homem, porém nem sempre esteve em seu horizonte. 
Então, não apenas nos “bailes da vida”, mas nas praças e nos becos, nas cidades ou no campo, nos museus ou nos ateliês, a obra de arte sempre reivindicou o olhar de alguém, à espera de cumprir seu papel fundamental, de “significar” ou “ressignificar” o mundo, provocar o espírito e, muitas vezes, retirar o espectador de sua conformidade. 
Ocorre que os espaços dedicados à arte são constantemente ameaçados pela lógica pragmática de um contexto em que as trocas materiais parecem ter mais valor que as simbólicas, e a apreensão estética seria quase que uma operação banal, se comparada às atividades humanas voltadas à produção de itens, serviços etc. 
Diante desse panorama, o projeto ARTENAREDE surge na contramão do óbvio, como um convite ao inesperado. Trata-se de ampliar o acesso à arte, mas também de reunir artistas, criar novas oportunidades de ver e refletir sobre as obras e, como sempre ocorre, surpreender-se. O leitor não deve entender este livro como um catálogo ou como um guia. Trata-se de uma celebração da possibilidade de encontrar na rede ou no espaço físico dos acervos uma gama muito variada de expressões culturais, das mais ricas, crescendo em quantidade e qualidade a cada dia.
O esforço de catalogar, definir as técnicas utilizadas, a origem e as próprias histórias de cada obra hão de interessar aos estudantes e praticantes das artes plásticas, especialistas do meio e outros profissionais. Mas é o conceito que encanta: qualquer pessoa pode ampliar sua própria dimensão sensível ao buscar no ARTENAREDE a beleza, a beleza transformadora e causadora de inquietações.
Está feito o convite. O artista pode ir aonde o povo está.  A arte pode estar em todo lugar.

Ricardo Benevides
Escritor

Nenhuma Pergunta ao Vendedor