Buscar em

Nossa Editora

Categorias


Serviços

Redes Sociais




ORÍ: A CABEÇA COMO DIVINDADE HISTÓRIA, CULTURA, FILOSOFIA E RELIGIOSIDADE AFRICA...
  Litteris - 248p. 21x28cm - ISBN 978-85-374-0257-3  

 Código do produto: 729
 Referência do produto: 05/2015 



 
A vista por:
89,90
Quantidade a ser adquirida do produto 
Máximo de 10 produto(s) por compra.


 
Parcelamento no Cartão Visa ou MasterCard
N. de Parcelas Valor N. de Parcelas Valor
1X sem juros89,904X sem juros22,48
2X sem juros44,955x-
3X sem juros29,976x-

Orí: a Cabeça como Divindade é uma obra inteligente e indispensável
pela forma como está elaborada. O Babalorixá Márcio de Jagun se revela
como um sacerdote religioso consciente da importância
das tradições orais e dos espaços possíveis para uma tradição revelada. 

Perguntas: 1 a 1 de 1
30/3/2017 11:0

Excelente obra!! Pesquisando qto a nova obra do caríssimo Babalorixá Marcio de Jagun, neste sitio, observo que a própria editora classifica esta obra quanto "DIVERSOS", no mínimo "curioso"...bom como não se classificam como Religião, acredito que não haveria um campo de Filosofia Africana, e tampouco, literatura africana, me permiti este questionamento e até mesmo uma pitada de indignação. Será um reflexo da intolerância religiosa, com uma pitada de receio qto ao resultado comercial. Pois é, Agó, mas não resisti esta colocação!!! Uma Editora tem uma grande influência em nossa cultura!! Acredito q necessitam rever algo!!

30/3/2017 14:33

Prezado senhor Márcio Nascimento, boa tarde. O livro motivo de sua pergunta, é uma obra de enorme valor cultural entre outras qualidades que carrega. Sua classificação não está amplamente especificada conforme nos sugere, devido a abrangência de seus temas. Lembro que juntamente com ela estão obras de igual diversidade, por isso decidimos que deveria ficar alocada em Diversos. Não existe por parte dessa casa editorial a menor razão para ser classificada como intolerante, já que publicamos ao longo dos últimos 29 anos todos os tema que julgamos importantes para uma sociedade pluralizada. Caso tivéssemos esta postura controversa, não teríamos publicado a obra em questão e muito menos dado continuidade a parceria com autor Márcio de Jagun, agora no Vocabulário Temático do Yorùbá (dicionário), para o qual lhe convidamos para o lançamento que irá ocorrer no próximo dia 7 de abril, às 18h, na UERJ, Maracanã, Rio de Janeiro. No mais agradecemos e ficamos ao seu dispor.