Márcio De Jagun
Sobre o autor

Márcio de Jagun é Bàbálórìsà do Ilé Àse Àiyé Obalúwáiyé, advogado, escritor, professor e consultor em cultura ioruba no Programa de Estudos e Pesquisas das Religiões (PROEPER/UERJ); professor de cultura e idioma ioruba no Programa de Letras Estrangeiras Modernas (PROLEM/UFF); membro do Conselho Estadual de Defesa e Promoção da Liberdade Religiosa; pesquisador responsável pelo projeto de inclusão do idioma ioruba no Inventário Nacional de Diversidade Linguística (INDL) junto ao IPHAN; proponente da lei que tombou o idioma ioruba praticado nas religiões afro brasileiras como patrimônio imaterial do Estado do Rio de Janeiro.
É conferencista, articulista e autor dos seguintes livros: Orí - A Cabeça como Divindade, Yorùbá – Vocabulário Temático do Candomblé, Odù – os Iorubas e o Destino. No ano de 2000 começou a militar no combate à intolerância religiosa e contra o clientelismo religioso, atuação que mantém até hoje. Foi um dos fundadores da Associação Nacional de Mídia Afro – ANMA.

Seus Livros